SMX São Paulo 2008: o que rolou

Dias depois, estou eu de volta de uma maratona que foi o SMX. Realmente, foi um evento bem legal, onde pude levar todos da MestreSEO e pudemos ver um pouco como anda o mercado fora da “bolha” que é Itajubá.

Chegamos em São Paulo na quarta-feira, dia 6, e já encontramos com o Maurício do SEOcast, que foi um cara que eu nunca pensei que fosse tão legal, criativo e comunicativo. Com certeza foi o que se mais aproximou da filosofia da MestreSEO.

Encontrei no evento, várias pessoas que já conhecia da Internet ou que já conhecia pessoalmente, como o Pedro Superti (do SEOcast), o Paulo do Marketing de Busca, o Rodrigo do Estratégia Digital e claro, o Carlos Muller, ganhador da promoção da MestreSEO.

Pude conhecer ainda grandes figuras do mercado nacional, como o Marcelo Sant’Iago da MidiaClick, o Alexandre Kavinski da i-Cherry, a Débora Alonso da MidiaClick, o Tiago Luz da Midia Digital, entre muitos outros famosos.

Não vou realizar um resumo sobre as palestras, mas quero deixar aqui a minha impressão sobre o evento em si. Achei bem desorganizado no primeiro dia, faltaram brindes para as pessoas que chegaram atrasados (o Pedro é um deles). Faltou orientar os participantes do evento sobre o início das palestras, fora o atraso que sempre ocorria.

Quando vi no site do evento que “Preço do ingresso 2 dias (inclui coffee break, almoço e cocktail)” logo pensei: “beleza, vamos ter um local tranquilo, para almoçarmos e trocarmos experiências. Mas não foi isso o que aconteceu… o almoço mais foi um cofee break do que os próprios cofee breaks. Como você almoça petiscos e de pé? Poxa… foi lamentável, para todos que pagaram mais de 800 reais.

Bom, enfim… não achei que isto iria me atrapalhar. E realmente não atrapalhou tanto, pois outra coisa me incomodou mesmo: as palestras.

Foi muito frustrante ver palestras básicas em uma área chamada AVANÇADA. É isto mesmo, vi palestrante discutir como o bot chega no seu site, mas o pior, não foi uma explicação de como o bot requisita uma página HTTP, com aqueles formalismos que se poderia querer em uma apresentação avançada. NEM ISSO.

Vi discussões básicas sobre SEO, tirando alguns palestrantes gringos, como o Bill Hunt e o Rob Snell, que falaram bem, mas não foi nada novo, para quem acompanha o mercado e técnicas lá de fora.

Fiquei muito desapontado com o nível das palestras e acabei gostando mais do que eu não sabia muito, como foi o caso do Workshop de Landing Pages, onde vi algumas idéias legais. Ahhh e um ponto ABSURDO, foi a limitação de vagas do Workshop. Como assim eles limitam as vagas? TODOS pagaram o mesmo valor e vários ficaram de fora. Achei realmente uma “mancada” da organização.

Gostei muito do painel “Os jovens, os buscadores e as redes sociais” onde alguns jovens foram convidados a expor as suas idéias e modo de agir no ambiente da internet atual. Gostei mesmo. Foi divertido e pude constatar que os Links Patrocinados não funcionam muito bem, ou não funciona mesmo, com os jovens. Eles mostraram que mal usam buscadores, mas sim o Orkut para procurar informações.

Resumindo tudo, fiquei com aquele gostinho de quero mais… e esse evento não me convenceu. Não “botei fé”, como diria no vocabulário local (Minas), nas palestras e palestrantes.

Recomendo a leitura de alguns reviews sobre o evento:

Maurício Zane

Bruno Torres

Paulo Teixeira

Sarah Rolouback

16 ideias sobre “SMX São Paulo 2008: o que rolou”

  1. Concordo com tudo. Depois de tanto ouvir falar do SMX, eu esperava um evento bem mais técnico e inovador.

    Infelizmente, o que aconteceu foi o palestrante falar pra gente “não se assustar” com o título da palestra (que no caso, era algo suuuuuper complexo como “CSS, Javascript & Ajax”), isso na área AVANÇADA… Deprimente!

    E pra piorar, ainda rolavam problemas de comunicação na hora das perguntas… Por exemplo, quando você perguntou sobre aquela teoria de não utilizar um sitemap, e as implicações disso pagerank (não lembro direito, mas acho que era isso), responderam tipo “Ah, sim, sitemap ajuda muito em SEO”. Uau.

  2. Olá Fabio,

    Eu normalmente sou defensor do evento, mas realmente seus comentários estão coerentes, faltou organização em vários momentos. (A internet que você não comentou foi outro fiasco)

    Acredito que sobre as criticas vale a pena dar uma lida no blog do “Bruno Torres” http://www.brunotorres.net/

    Sobre o evento ser bem básico, acredito que isso se enquadre em um blog que li, “o painel avançado aqui é o básico lá de fora”, e espero que os organizadores tenham esse feedback, para os próximos eventos corresponderem as expectativas.

    Para quem sabe sobre o assunto valeu o networking, para quem sabe pouco ou não sabe valeu as apresentações.

    Abraços,

  3. Fábião,

    Como diria o bruno Torres, pagar 900 conto por networking é muito. Enfim, ainda fico com a idéia do Miguel que diz que para um primeiro evento dá pra relevar, os próximos eventos eu acredito que virão num tom melhor.

    Temos que elevar o nível do mercado de SEO Brasileiro, se não nós, quem fará?

    Até os próximos eventos cara! Um abraço pra família MestreSEO

  4. Tudo bem reclamar do almoço que não era nenhum buffet do Fasano mas foi muito melhor do que qualquer evento no exterior – quem já foi em algum sabe disso; tudp bem de reclamar do atraso, da fila, beleza acontece

    agora não dá pra reclamar dos níveis das palestras, pois na página http://searchmarketingexpo.es/smx-saopaulo/2008/ diz qual é o público-alvo e o SMX não era ‘SMX Avançado’.

    o único SMX Avançado que tem no mundo é no país de maior mercado de search – EUA – e o Brasil está longe de ser o próximo da lista.

  5. @Alan: faltou mesmo sobre a internet. Foi um absurdo! Um evento de Search sem internet pública. Tá, se o evento fosse baratinho, até compreendo, mas poxa, 1300 reais e não liberam a internet?

    @Mauricio: realmente cara, temos que elevar a parada senão o pessoal se acomoda a trabalhar só com meta-tags.

    @Fabiano: Então cara, pro padrão do SMX, este furou. Segundo o Bruno Torres, ele foi no SMX Advanced e serviram almoço mesmo: arroz, macarrão e tal. Cara, no site do evento está dizendo que o evento se destina também a “Especialistas em Otimização de Sites (SEO)”. Quem paga 1300 reais, espera ouvir pelo menos uma coisa nova. Você não achou isto?

  6. Fabio,

    Não vou entrar no mérito do conteúdo do evento já que não particiei da organização mas a realidade é: como atrair grandes anunciantes para o SMX 2009?

    Esse é o maior desafio na minha visão, pois caso contrário ficaremos sempre correndo atrás do próprio rabo para discutir as novidades do algoritmo e mais preocupados com o page rank do Blog de cada um; e isso não paga as contas no final do mês.
    🙂

    Além disso, como eu disse em um dos paineis que estive, deveríamos agradecer de joelhos pelo Bill Hunt ter vindo ao Brasil, pois ele escreveu a bíblia do search marketing para grandes empresas e não é todo dia que podemos conversar com um cara como ele.

    Abs e foi um prazer te reencontrar.

  7. E aí Sant’Iago!

    Eu acho que o negócio é definir bem o perfil de quem participa do SMX. Se eles focarem nos geeks, é um prato cheio para empresas como Intel, MS, AMD… tem que atacar este tipo de gente, dar stands para os caras. Não podemos ficar só na web.

    As palestras do Bill foram muito boas. No off, conseguimos algumas idéias muito boas com ele =)

    O prazer foi meu, pena que não vi tuas palestras, ouvi dizer que foram muito boas e cheio de polêmicas hehehehe. Queria ter visto.

    Quando tiver mais algum evento de Search vamos trocar algumas figurinhas, o que acha? Sei que tenho pouco a compartilhar com vc pela sua experiência, mas vai que rola algo legal. Combinado?

    Um abraço e valeu pela visita aqui no blog.

  8. Para com isso Ricotta. Famoso aonde, irmão?
    Deixei um texto de resposta la no searchcast falando sobre o que eu achei, apesar que ja falei no proprio 003 smx eu fui!
    Valeu o evento se vc pensar assim: Tinha de ter um primeiro para melhorarmos mais adiante. Mas internet, cadastramento das pessoas e o almoço…. isso tinha de ter rolado melhor. culpa dos espanhois eu acho!

    abs meu velho!

  9. @Tiago Luz: Grannnde Tiago! Po vc é pop né cara. Tem até podcast. Owww, falando nisso, foi muito show o podcast de vcs, rachei de rir… sorte que não vi aqui no trabalho aheuheauhaeuhaeuhae. Um abração kra!!!

    @Miguel: Opa Miguel! Se convidarem eu vou com certeza. É que não convidaram né 😛 Um abraçãooo!

  10. Realmente, todos os pontos que achei também!
    primeiro dia tava MUITO básico, segundo dia melhorou um pouco
    e almoço, nem se fala!
    as palestras comecavam sem mais nem menos!
    Faltou algo de inovador, achei a mesma coisa de sempre!
    Me ajudou apenas a achar aquele meu ponto em que errei…
    e é sempre legal conhecer pessoalmente!
    Engraçado que os seus pontos, parece eu escrevendo, achei a mesma coisa hehee!
    abraço ai Fábio Ricotta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *