Pesquisar
Close this search box.

Agência Digital com Time Remoto? É Possível?

Sumário

Você está pensando em empreender no marketing digital? Então, vale a pena estudar bastante sobre a forma como outros profissionais trabalharão para o seus negócios. Será que é possível, por exemplo, ter uma agência digital com time remoto? Essa foi uma dúvida que eu recebi no meu instagram e respondo neste artigo. Dá só uma olhada! 

Trabalho remoto, uma tendência mundial 

Olhando para o cenário mundial, agências digitais com times remotos são realmente uma tendência. Isso começou nos Estados Unidos, quando as empresas passaram a terceirizar serviços para profissionais de outros países, como os localizados no sudeste Asiático. Nesta região, por exemplo, há vários especialistas em programação e tecnologias, em geral. 

A grande vantagem, para eles, é a possibilidade de morar em um país com custo de vida menor em comparação aos EUA. Mas é claro que esse modelo de trabalho também tem suas desvantagens. É possível aplicá-lo em agências digitais, mas, antes de qualquer coisa, você vai precisar analisar os prós e contras, de acordo com o seu modelo de negócio. 

Vale a pena ter uma agência digital com time remoto? 

Para te ajudar na decisão, separei alguns pontos positivos e negativos. Veja: 

Vantagens 

  • disponibilidade de pessoas (você pode procurar profissionais no Brasil ou, ainda, no mundo inteiro); 
  • menos atrito no deslocamento (isso é essencial, principalmente para grandes cidades, como, São Paulo);
  • menos “mimimi” em grupo (é aquela velha história de ter um colega de trabalho que, muitas vezes, não está feliz ou reclama de alguns pontos. É normal que isso contamine outras pessoas do time); 

Desvantagens 

  • perda da parte criativa (quando um profissional está em um grupo, o brainstorm acontece de forma mais natural. Sozinho, na frente de um computador, a pessoa pode ficar mais retraída);
  • feedback “mais frio” (de longe, você não consegue fazer um balanço sobre os profissionais de forma olho no olho, saber se a pessoa está tremendo ou não, ter percepções sobre tom de voz, etc.); 
  • menos integração (beleza, uma vez ou outra, dá para reunir os profissionais remotos. Mas é diferente do dia a dia em que as pessoas conversam, vão almoçar juntas e, assim, vivem mais o trabalho e criem mais afinidade); 

Outros cuidados necessários 

Além dos pontos anteriores, você precisa avaliar se os profissionais realmente conseguem trabalhar remotamente. Se são produtivos mesmo em casa, não precisam de acompanhamento próximo, têm facilidade para participar de reuniões e apresentar relatórios em frente a uma câmera, etc. 

Mais um cuidado importante é que, independente se a sua equipe for remota ou presencial, quando há vínculo empregatício, é fundamental seguir as regras trabalhistas e usar a contratação CLT. Não se esqueça de deixar claro que o modelo da sua agência é o remoto, ou seja, não terá exceções para reuniões presenciais. 

Resumindo, acredito na possibilidade de uma agência digital com time remoto. Aliás, esse é um modelo que garante, também, mais economia com custos. Afinal, não é preciso pagar o aluguel de um escritório e investir em equipamentos, por exemplo. Talvez, o que seja necessário, é dar uma ajuda de custo para o profissional pagar internet, comprar uma cadeira de qualidade, entre outros pontos. 

Saiba que não existe o modelo de trabalho certo ou errado, o importante é avaliar o que faz mais sentido para você! 

Beleza? 

Se você gostou deste conteúdo, aproveite para conhecer mais sobre empreendedorismo em marketing digital aqui no blog do Agência10x

Um abraço e até mais!