Pesquisar
Close this search box.
O Que Fazer Quando Dizem Que o Serviço da Sua Agência Está Caro?
O Que Fazer Quando Dizem Que o Serviço da Sua Agência Está Caro?
Sumário

O Que Fazer Quando Dizem Que o Serviço da Sua Agência Está Caro?

Hoje, vou falar de um fato muito recorrente no processo de vendas.

Normalmente, quando você vai oferecer um serviço da sua agência para alguém — seja você um consultor de marketing ou um consultor de vendas — em alguns momentos da sua carreira, vai surgir a seguinte frase: “Está muito caro”.  Ou seja, “Eu não tenho verba para investir agora, porque o preço está alto demais”.

Eu sempre digo que, uma pessoa só acha que o orçamento está muito caro se ela não percebe o valor do seu produto. Então, como quebrar esse tipo de objeção?

Esse é um assunto que já estudei bastante, por isso, separei algumas perguntas que você pode fazer ao negociar com o cliente:

Está caro em comparação ao quê?

Se o cliente cotou com outro concorrente, você sabe que ele orçou no mercado.

Agora, se falou que está caro, simplesmente, para que você dê o desconto, é possível descobrir nessa hora. Então, pergunte o que ele está colocando na balança.

Como você chegou nessa conclusão?

Mais uma dica que eu falo é você observar o raciocínio da pessoa.

Para isso, pergunte como o cliente chegou àquela conclusão. Às vezes, a situação dele diz que realmente é caro. Por exemplo, ele ganha mil reais por mês, como vai investir em um produto de três mil? Nesse caso, é caro, beleza. Por isso que perguntar é importante para você entender a linha de raciocínio da pessoa e enxergar se há outras objeções.

Qualidade ou preço?

Pergunte para o cliente se ele está comprando pela qualidade ou pelo preço. Digo isso porque serviços com qualidade tendem a custar mais caro. Assim, dá pra chegar e dizer:

“Você não acha que está buscando um pouco mais de qualidade, por isso, precisa fazer um investimento um pouco maior?”

Quanto vai custar se você não investir nada?

Essa é outra pergunta matadora.

Então, beleza, quando a pessoa falar que é caro e você não tiver como baixar o preço, é legal plantar para ela a pergunta: “Se você não tomar essa decisão, quanto vai te custar?” “Você não vai contratar, você não vai pagar, então, o que você vai fazer?” E isso pode abrir um gatilho mental em termos da pessoa começar a refletir qual seria o impacto de ela não contratar o serviço da sua agência.

O problema é o fluxo de caixa ou o orçamento?

Tem uma grande diferença entre esses dois fatores. Se o cliente falar que é fluxo de caixa, você precisa diluir esse pagamento a longo prazo para ele. Já se o caso for de orçamento, por exemplo, ele tem uma verba disponível para fazer aquela contratação, mas não pode passar do orçamento pré-determinado.

Aliás, isso acontece muito com grandes empresas que atendemos aqui na Agência Mestre. O cliente diz: “Eu tenho X mil para investir nessa estratégia específica. Como você pode me ajudar?”

Só que ele não pode ultrapassar esse valor, porque já foi definido. Então, nesse caso, é necessário pensar em um desconto que possa encaixar naquele orçamento.

O preço é a única coisa que impede a gente de fechar negócio?

Procure saber se o preço do serviço da sua agência é a única objeção do cliente. Caso ele aponte mais obstáculos, aqui, a sacada é descobrir quais são os outros problemas. Depois de saber, você também vai precisar trabalhar em cima deles para, enfim, conseguir chegar ao convencimento.

Qual parte não é do seu interesse?

Outra linha de descontos é pensar no que pode não interessar para o cliente, isso ajuda vocês chegarem a um acordo.

Às vezes, o cliente vê o todo e diz que o orçamento está caro. Então, você pode perguntar o que não interessa para ele. É claro que só dá pra tirar partes que não vão conflitar com a meta que você tem com aquele cliente.

Para ter um ROI Desses, Não Precisa de um Investimento Maior?

Se a pessoa diz, por exemplo, que quer faturar dez vezes mais em seis meses, ou 30 vezes mais em um ano, — será que o fato de fechar um orçamento mais barato vai resultar em avanços? Será que diminuir o preço vai trazer o ROI desejado?

Essas são algumas das sacadas que eu uso quando vou negociar com clientes. Se você tem mais alguma pergunta, conte aqui nos comentários.

Espero que você tenha gostado e que, com essas dicas, quebre objeções na sua vida profissional e tenha muito sucesso!

Não deixe de aproveitar ainda outros artigo aqui do blog do Agência10x. Até mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Como Trabalhar Com Objeções de Preço na Proposta Comercial
Como Trabalhar Com Objeções de Preço na Proposta Comercial

As objeções de preço são bastante comuns durante negociações comerciais, e você precisa aprender a quebrá-las sem desvalorizar os seus serviços e correr o risco de pagar para trabalhar. Leia o artigo e entenda mais sobre o assunto!

Como Quebrar Objeções na Venda de Gestão de Tráfego? Confira Estratégias
Como Quebrar Objeções na Venda de Gestão de Tráfego? Confira Estratégias

Por melhor que seja sua proposta comercial, nem todo cliente vai aceitá-la de primeira. Pelo contrário: é muito comum que eles precisem ser convencidos. Leia o artigo e confira estratégias de como quebrar objeções na venda de gestão de tráfego que vão te ajudar a fechar mais contratos!