Pesquisar
Close this search box.
Veja as Dúvidas Frequentes Sobre Preço e Margem de Lucro
Veja as Dúvidas Frequentes Sobre Preço e Margem de Lucro
Sumário

Veja as Dúvidas Frequentes Sobre Preço e Margem de Lucro

Abri uma caixa de perguntas no meu Instagram (@fabioricotta) para responder algumas dúvidas de vocês e selecionei temas relacionados, como preço e margem de lucro.

Como calcular o preço quando os primeiros serviços ainda estão sendo fechados?

A base de tudo é definir quanto custa sua hora. Some todos os seus custos e veja quantas horas você vai trabalhar no mês.

Por exemplo: vamos supor que você possa trabalhar 56 horas por mês e que seus custos sejam de R$ 5.600. Com isso, a média da sua hora de trabalho vai ser de R$ 100. Mas, a dica é também adicionar uma margem de lucro nesta quantia. Assim, também fica mais fácil definir o valor de produtos/serviços específicos, com base na quantidade de horas que você precisa para desenvolvê-los.

Qual a porcentagem ideal a ser inserida na precificação? Existe uma média praticada no mercado?

Na minha opinião, quanto mais baixo o seu valor, mais você deve aumentar sua margem de lucro — isso é indicado para garantir mais segurança para suas negociações.

Por exemplo: se o seu custo é de R$ 400, não há problema algum em trabalhar com uma margem de 50%. Mas, se o seu valor é mais alto (média de 10, 15, 20 mil reais por mês), você pode trabalhar com uma margem de lucro menor, afinal, seu custo operacional vai ser bem mais alto.

Entenda seus objetivos. Você tem que ver o quanto é preciso produzir para pagar suas contas. Pergunte-se se você quer reinvestir na agência, tirar férias ou mesmo se pagar um 13º salário. É preciso pensar sobre esses incrementos desejados para que eles também estejam precificados.

Lembre-se também de que a sua margem não precisa ser fixa. Ela pode ser flutuante para se adaptar às mudanças de mercado ou mesmo aos tipos de projetos que irá negociar.

Ainda sobre preço e margem de lucro, existe a dúvida “Será que meu preço é o preço certo?”

Responda essa dúvida de acordo com a sua planilha de precificação e não com base nos concorrentes. O preço certo é o que paga os seus custos e dá uma margem de segurança para seu trabalho e para sua lucratividade.

Confira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Como Trabalhar Com Objeções de Preço na Proposta Comercial
Como Trabalhar Com Objeções de Preço na Proposta Comercial

As objeções de preço são bastante comuns durante negociações comerciais, e você precisa aprender a quebrá-las sem desvalorizar os seus serviços e correr o risco de pagar para trabalhar. Leia o artigo e entenda mais sobre o assunto!

Como Quebrar Objeções na Venda de Gestão de Tráfego? Confira Estratégias
Como Quebrar Objeções na Venda de Gestão de Tráfego? Confira Estratégias

Por melhor que seja sua proposta comercial, nem todo cliente vai aceitá-la de primeira. Pelo contrário: é muito comum que eles precisem ser convencidos. Leia o artigo e confira estratégias de como quebrar objeções na venda de gestão de tráfego que vão te ajudar a fechar mais contratos!