Pesquisar
Close this search box.
Sumário

Google Indexando Formulários – Mas qual o real valor?

Nos últimos dias, acompanhei a repercussão do novo artigo do Google Webmaster Blog, onde ele relataram que o Google agora indexa conteúdo através do uso de formulários.

A novidade é excelente para os webmasters que não ligam muito para SEO, pois já vi várias pessoas usando menu’s drop down para listar várias coisas, desde categorias, lista de países ou estados e várias outras coisas. O uso era, realmente, para encaixar melhor no visual. Mas o uso deste tipo de formulário impossibilitava que o Google encontrasse novas páginas (links). Foi aí então que eles desenvolveram este novo método de indexação.

Mas afinal, quanto peso a página vai receber se for alcançada através de um formulário?

Eu acredito que muito pouco, pouco mesmo! Pois o formulário vai ser usado pelo Googlebot para inferir novos endereços, e acredito que o peso seja muito baixo mesmo.

Reparei no post do Matt Cutts, a seguinte frase:

if Google doesn’t like search results in our search results, why would Google fill in forms like this? Again, the dialog above gives the best clue: it’s less about crawling search results and more about discovering new links. A form can provide a way to discover different parts of a site to crawl.

Ou seja, esta nova feature se trata mais de descobrir novo conteúdo no seu site e não de agregar valor(peso) à página.

Então, se você pensa em SEO, e quer agregar peso na sua página, faça o seguinte, liste as possibilidades do formulário (ou quase todas) na página, em forma de links. Deixe um espaço no seu template para fazer a listagem deste conteúdo, para que ele passe peso (Pagerank) da “página do formulário” para a página alvo, mas ao invés do formulário, você passa o peso através de um link.

Espero que tenham gostado desta pequena dica. Ela funciona!

Obs.: O pessoal do BrasilSEO fez um resumo muito bom sobre o post do Google Webmaster Blog. Está em português.

4 respostas

  1. Fábio não sei se tem costume de participar de memes..porém como gosto muito do seu blog, indiquei seu blog para ganhar o Selo Medalha de Ouro …da uma olhada la no leopoldomoreira.com…

    abraço…

  2. Olá Fábio. Muito relevante esse post pra mim.
    Meu problema é esse. Já pensei em tudo. Mas tu diz em listar os itens de uma select por exemplo e quando tu tem uns 100 itens ali?
    Isso destrói a Arquitetura da Informação e etc..
    Tem alguma idéia?

  3. E aí Maurício!

    Quando você tem uma grande quantidade, pegue uma parte dela. Pegue os que você deseja “focar”… ou melhor, subir =)

    Não destrói a arquitetura não, pelo contrário, você pode adaptar para mostrar os “mais visitados” ao usuário.

    Beleza?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Como Trabalhar Com Objeções de Preço na Proposta Comercial
Como Trabalhar Com Objeções de Preço na Proposta Comercial

As objeções de preço são bastante comuns durante negociações comerciais, e você precisa aprender a quebrá-las sem desvalorizar os seus serviços e correr o risco de pagar para trabalhar. Leia o artigo e entenda mais sobre o assunto!

Como Quebrar Objeções na Venda de Gestão de Tráfego? Confira Estratégias
Como Quebrar Objeções na Venda de Gestão de Tráfego? Confira Estratégias

Por melhor que seja sua proposta comercial, nem todo cliente vai aceitá-la de primeira. Pelo contrário: é muito comum que eles precisem ser convencidos. Leia o artigo e confira estratégias de como quebrar objeções na venda de gestão de tráfego que vão te ajudar a fechar mais contratos!