Arquivo da categoria: Desenvolvimento

Submeter o Formulário Quando o Usuário Pressionar ENTER

Muitas vezes nos deparamos na construção de um formulário em um website. Normalmente, ao preenchermos este formulário e pressionarmos a tecla ENTER, o mesmo é enviado. Mas em alguns casos, onde se modifica ou não se insere um botão de SUBMIT, o efeito da tecla ENTER é removido, não deixando com que o usuário a utilize a tecla.

Em busca de uma solução simples, encontrei o código abaixo que faz com que ao pressionar a tecla enter em um determinado campo, um INPUT por exemplo, o formulário seja submetido. Vejamos como fazer.

Primeiramente, copie este código para dentro da área do seu <HEAD>:

<SCRIPT TYPE=”text/javascript”>
<!–
function submitenter(myfield,e)
{
var keycode;
if (window.event) keycode = window.event.keyCode;
else if (e) keycode = e.which;
else return true;

if (keycode == 13)
{
myfield.form.submit();
return false;
}
else
return true;
}
//–>
</SCRIPT>

Em seguida, adicione em cada campo que desejar o conteúdo em negrito do exemplo abaixo:

<FORM ACTION=”/login”>
Nome:     <INPUT NAME=”nome”><BR>
Senha: <INPUT NAME=”senha” TYPE=”PASSWORD”
onKeyPress=”return submitenter(this,event)”><BR>
<INPUT TYPE=”SUBMIT” VALUE=”Logar”>
</FORM>

Agora o seu campo possui a habilidade de ao se pressionar a tecla ENTER, ele submete o formulário.

Fonte: http://www.htmlcodetutorial.com/forms/index_famsupp_157.html

Plugin para WordPress Google News Parser

Sempre busquei idéias de como mostrar as novidades aos meus leitores e nos blogs em que trabalho, mas mostrar todas as notícias da web é um tanto quanto custoso, na verdade é quase impossível cobrir esta imensidão.

Foi aí que surgiu a idéia de criar um plugin para WordPress baseado no sistema do Google News, que é dos maiores agregadores de notícia do mundo. Hoje o Google News possui cobertura em cerca de 40 países diferentes e as notícias são atualizadas minuto à minuto.

O plugin que criei, chamado Google News Parser, fornece ao seu blog uma lista de notícias relacionadas ao seu artigo, baseado em suas tags e categorias. É totalmente customizável a posição, heading das notícias, aparição de data e até a inserção de nofollow nos links.

DOWNLOAD! (Tamanho 5kb)

Não sabe como instalar o plugin no seu WordPress? Siga os passos abaixo:

Instalação:

1. Faça o upload da pasta Google News Parser em: /wp-content/plugins/.

2. Dentro de seu WordPress, vá em Plugins e ative o Google News Parser.

3. Em Settings, configure o plugin Google News Parser da forma que desejar.

4. Aproveite!

Configurações

1)The heading to display above the linked posts
Insira o título da caixa de notícias. Por exemplo: “Notícias Relacionadas”.

2)The number of post links to display
Coloque a quantidade de notícias que deseja mostrar.

3) Show the date that the linked post was made
Coloque “Y” para mostrar a data das notícias relacionadas, ou “N” para não mostrar.

4) Show the first sentence of linked posts
Coloque “Y” para mostrar uma parte do conteúdo das notícias relacionadas, ou “N” para não mostrar.

5) Show links only on single post pages
Coloque “Y” para mostrar as notícias relacionadas apenas na página do artigo, ou “N” para mostrar na página inicial, arquivos, categorias e etc.

6) Nofollow links
Coloque “Y” para inserir a opção de Nofollow nos links das notícias relacionadas, ou “N” para não inserir.

7) International versions of Google News available
Escolha o país que você deseja mostrar notícias relacionadas.

8 ) Positioning of the linked posts
Escolha o modo de posicionamento das notícias relacionadas: antes do post, depois do post, ou no lugar da inserção da tag customizável.

Caso tenha alguma dúvida, basta entrar em contato através da página de contato. Para críticas e sugestões, utilize a área de comentários abaixo.

Plugin para WordPress Like-Digg: Rec6, Linkk, doMelhor, Eu Curti e delicious

Nesta última semana estive atarefado atualizando meu blog e o MXStudio com a nova atualização do WordPress, que passou para a versão 2.5. Um dos problemas que encontrei foi com o plugin criado pelo Celso Junior, que mostra os principais sites de social bookmarking do Brasil. Resolvi então fazer uma nova versão e comuniquei ao Celso, que permitiu a postagem aqui no meu blog.

O plugin Like-Digg para WordPress cria automaticamente um link direto para os principais sites como: Rec6, Linkk, doMelhor, Eu Curti e del.icio.us, ou seja, tudo em um.

Download do plugin like-digg (17kB)

Não sabe como instalar plugin em seu WordPress?! Simples! Siga o passo-a-passo abaixo.

Instalação:

1. Faça o upload da pasta Like-Digg em: /wp-content/plugins/.

2. Dentro de seu WordPress, vá em Plugins e ative o Like-Digg.

3. Insira os códigos PHP que estão dentro do arquivo LEIAME.TXT em seu blog. Para isto, vá em “Presentation/Themes/Theme Editor” e edite o arquivo “Main Index Template“, colando esses códigos dentro do LOOP.

4. Vide exemplo no fim deste artigo.

5. Enjoy!

Caso tenha alguma dúvida, basta entrar em contato direto comigo preenchendo o formulário no menu acima. E, para críticas e sugestões, os comentários estão logo abaixo. Caso queira entrar em contato com o Celso(criador) visite o seu site.

Ajaxload – Um website para geração de carregadores de Ajax

Recentemente eu publiquei um artigo aqui no blog, com uma série de carregadores de Ajax, que são aquelas imagens animadas (GIFs) que normalmente aparecem enquanto uma aplicação ajax é carregada.

Nos comentários, o usuário sturdy, indicou o website Ajaxload.info que possui um sistema muito bacana para a criação destes carregadores de Ajax.

O sistema conta com apenas algumas caixas para seleção: tipo de indicador, cor de fundo, fundo transparente e por fim cor do indicador. Escolhendo entre estas possibilidades, o carregador de Ajax é criado em tempo real, logo abaixo das caixas.

Fica aqui a sugestão para os leitores.

Abraços

Converter arquivos FLV em AVI, MPG, Quicktime ou WMV

Olá pessoal,

Em busca na internet sobre a conversão de arquivos FLV em formatos como AVI e MPG, descobri alguns programas muito úteis. Segue abaixo a lista deles:

  • Riva FLV Encoder: Converte arquivos FLV em formatos AVI, MPG, Quicktime, WMV e vários outros formatos, somando um total de 20 conversões de arquivos flv possíveis. Testei e gostei muito.
  • Flix Pro: Realiza a conversão de arquivos FLV para outros formatos. Não cheguei a testar pois ele é pago, mas vi muitas recomendações de pessoas em fóruns.
  • Super: Converte arquivos FLV em: FLV para AVI, FLV para DivX, FLV para DVD, FLV para H264, FLV para MP4, FLV para MPG, FLV para VOB, FLV para XviD,

Espero que gostem das dicas de programas de conversão de FLV. Caso não encontrem o que buscaram, tentem a busca do Google: FLV Enconder.

Mãos na massa: SEO, Google, Search Engines e um pouco de Queijo

É galera, domingão e eu aqui ralando um pouquinho pra sair do estresse =)

Hoje o dia foi de retorno aos meus projetos, como o Fabiano disse, eu ainda não fui contratado pelo Google, mas hoje dei um gás na blog, onde terminei alguns ajustes visuais e adicionei mais um plugin(Sociable).

No novo projeto, o SEO Dicas, aproveitei para traduzir o blog e comecei a circular os meus feeds favoritos em busca de um tema para abrir o meu primeiro post no blog. Para quem ainda não sabe, o SEO Dicas e um projeto da galera do meu trabalho, onde iremos fornecer várias dicas e tutoriais sobre SEO. Espero que muitos dos meus leitores assinem o feed deste novo blog também.

Ainda sim no ritmo, vou dar mais uma lapidada no meu trabalho de conclusão de curso, o qual é uma explicação de como os motores de busca(search engines) funcionam. O Fabiano achou uma tese de doutorado sobre Data Mining e eu acabei encontrando uma tese de mestrado que pode acabar ajudando também. Vou ver se crio uma página com as versões do TCC.

Por fim, estou fazendo novas matérias aqui no blog.

Agora vou comer uma bela lasagna =)

Flash: Como obter uma melhor indexação

A alguns dias eu estava lendo em um dos blogs do Google sobre o uso de Flash em páginas e resolvi passar aqui um pouco sobre o assunto.

Como a grande maioria sabe, o Flash é totalmente um recurso visual, e o Googlebot não possui olhos. O Googlebot pode ler os arquivos Flash e extrair texto e links contidos nele, mas a estrutura e o contexto é perdido. Além disso, o conteúdo textual é, em algumas vezes, armazenado de forma gráfica no Flash, e como o Googlebot não possui um algoritmo para o reconhecimento destes gráficos, estas importantes palavras-chave são perdidas. Tudo isso significa que mesmo que o seu conteúdo em Flash esteja na base de dados do Google, ele pode perder um pouco de texto, conteúdo, ou links. O agravante fica no seguinte ponto: o Googlebot pode entender alguma coisa dos arquivos Flash, mas muitos outros crawlers não podem.

Então, o que um web desginer deve fazer?

A única coisa que se deve fazer é prover ao Googlebot e a todos os crawlers, o mesmo conteúdo que é disponibilizado aos usuários. Se você não o fizer, o seu site ficará suspeitos através dos algortimos de busca dos buscadores.

Algumas sugestões foram feitas pelos engenheiros da gigante Google, para quem desenvolve em Flash:

  • Tente usar Flash onde é realmente necessário. Muitos sites como o Youtube, utilizam a tecnologia Flash para a exibição de vídeos, mas o restante do website é baseado em HTML para a perfeita estruturação.
  • sIFR: Muitos sites utilizam o Flash para forçar os browsers a apresentar textos em uma fonte que o usuário não possua. Técnicas como sIFR deixam browsers que não possuem suporte ao Flash, lerem o conteúdo normalmente ao invés de forçar a aparição do objeto.
  • Criar versões sem Flash: Um modo comum de contornar o problema de indexação de sites em Flash é a criação de uma página inicial para a seleção do tipo do site(com ou sem flash).